Pois tudo passa, até o amor

Por favor, não me perguntem como estou. Já basta eu mesma ficar me perguntando isso. Porque eu não sei, não sei mesmo. A única certeza que eu tenho é que quero seguir em frente, ou pelo menos tentar. Esquecer não é sequer consideravel, não vou perder meu tempo tentando fazer uma coisa que sei que não vou conseguir. Vou deixar o tempo fazer o que é de sua responsabilidade: trazer novos janeiros, novos verões e com isso mais sorrisos. Enquanto isso finjo que vivo, mas por dentro apenas existo.

Galeria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: